TUBANAS E AFINS

 

BLOGS

 

GUIA DE EMPRESAS

 

PUBLICAES

 

EVENTOS

 

ANUNCIE

 

QUEM SOMOS

 
 
  Bebidas e Afins   |   Cachaas e Afins   |   Cafs e Afins   |   Cervejas e Afins   |   Sabores e Afins   |   Viagens e Afins   |   Vinhos e Afins
 
 
 
  EMPRESAS DE A A Z

0-9  |  A  |  B  |  C  |  D  |  E  |  F  |  G  |  H  |  I  |  J  |  L  |  K  |  M  |  N  |  O  |  P  |  Q  |  R  |  S  |  T  |  U  |  V  |  W  |  X  |  Y  |  Z

 
 
 
 
 
 
 
 
 
19
jan
2015
 
Pioneiro, site lan�a servi�o de assinatura de cacha�a
 
   

 
O Quintal da Cacha�a, site rec�m-lan�ado, � o primeiro clube de assinatura do pa�s dedicado � cacha�a. O servi�o oferece a entrega de duas garrafas de cacha�a artesanal, uma prata e uma ouro. As garrafas s�o tamanho long neck e o valor mensal da assinatura � de R$ 59,90. Junto das cacha�as s�o entregues aos assinantes dois cart�es postais: um com a hist�ria da cidade/regi�o onde a bebida � produzida, e outro com a hist�ria do alambique e uma an�lise sensorial feita pelo especialista Leandro Marelli. Os idealizadores s�o tr�s campineiros, Thiago Tavares, internacionalista, Giuliana Wolf, jornalista, e Roque Wolf, empres�rio.

A ideia surgiu ap�s uma viagem que Tavares fez � Paraty, Rio de Janeiro, cidade cuja hist�ria est� entrela�ada � da cacha�a. �Visitei todos os alambiques em um final de semana por turismo. No entanto, quando voltei � Campinas, tive muita dificuldade de encontrar os r�tulos, mesmo se tratando de marcas famosas. A� que a ideia come�ou a engatinhar�, explica Thiago, um dos s�cios-fundadores. De acordo com dados de 2012 do Centro Brasileiro de Refer�ncia da Cacha�a (CBRC), a cacha�a � o terceiro destilado mais consumido no mundo. Ainda assim, Tavares aponta que n�o � t�o simples encontrar uma cacha�a de alambique em qualquer bar ou supermercado. Depois de algumas pesquisas, percebeu que um dos problemas era a distribui��o, etapa que encarece muito a produ��o da cacha�a. �O pequeno produtor mal consegue distribuir em sua regi�o, de forma que quem quer provar v�rias cacha�as, s� consegue isso viajando at� o pr�prio alambique. A visita � v�lida, mas a quest�o � que deveria ser mais f�cil encontrar um produto que � brasileiro.�, explica Tavares. Al�m disso, 98% dos produtores de cacha�a est�o classificados como pequeno ou micro-empres�rios, ainda de acordo com o CBRC, o que d� pouca margem para grandes investimentos em propaganda e distribui��o, por exemplo.
Pensando nisso, o Quintal da Cacha�a foi estruturado para simplificar o processo para quem est�, de alguma forma, envolvido com a bebida. Para o produtor, isso significa n�o se preocupar com transporte e divulga��o da marca dele; para o assinante, a comodidade de receber em casa duas garrafas de cacha�a artesanal e de qualidade. �Pensamos no pequeno produtor, que em geral n�o tem como viabilizar sua divulga��o e distribui��o. Possibilitamos, ent�o, que a cacha�a dele chegue at� novos apreciadores, que acabam conhecendo um mundo de sabores a um pre�o justo, at� ent�o de dif�cil acesso. Atualmente, o Quintal da Cacha�a est� presente em 15 estados brasileiros, o que mostra aos produtores possibilidades de distribui��o at� ent�o impens�veis. Isso � algo in�dito no mercado da cacha�a�, explicou Roque, s�cio cuja experi�ncia de mais de 15 anos com distribui��o foi usada para o planejamento dessa fase.

Mas a distribui��o n�o � a �nica das barreiras. Segundo Thiago Tavares, mesmo quando se encontra um restaurante ou bar que venda v�rios r�tulos de cacha�as, dificilmente algu�m do lugar entende do assunto. �Temos que considerar que hoje a cacha�a pode ser envelhecida em mais de 30 tipos de madeira e que cada uma delas d� uma textura, cor e sabor diferentes. Por isso, n�o adianta encontrar uma carta de cacha�as, por exemplo, que n�o tenha sequer a descri��o de em qual madeira a bebida foi envelhecida ou armazenada. E se n�o h� ningu�m no estabelecimento que entenda ou goste do assunto, a escolha ser� ��s cegas��, ressaltou Tavares, explicando que esse � um dos prop�sitos do clube: oferecer uma curadoria, al�m de explicar para o assinantes quais s�o as peculiaridades de cada r�tulo e o porqu� dele ser especial.

O clube criou, ent�o, uma maneira para sanar essa falta de informa��o entre seus assinantes. O especialista Leandro Marelli, que desenvolveu pesquisas sobre Tecnologia de Bebidas e Controle de Qualidade e Bebidas Alco�licas na USP, � o respons�vel por avaliar sensorialmente os r�tulos antes do envio aos assinantes e fazer uma ficha t�cnica sobre cada uma das bebidas. Segundo Marelli, essa avalia��o permite que a experi�ncia de conhecer a cacha�a fique ainda mais rica. �V�rios alambiques espalhados pelo Brasil t�m uma hist�ria incr�vel, mas � preciso que junto da hist�ria esteja a qualidade, por isso essa etapa � essencial�. A an�lise dos aspectos visuais, olfativos e gustativos apresenta os pontos fortes e � se houver � fracos de cada cacha�a. Na pr�tica, a an�lise permite que Marelli recomende o modo de consumo como em doses ou em drinques, al�m de deixar mais percept�vel quais pratos ou petiscos cairiam bem com aquela bebida, propondo uma harmoniza��o aos associados.

O Mercado da Cacha�a

A cacha�a � hoje o destilado mais consumido no Brasil e o terceiro no mundo. Para os tr�s s�cios, a partir do momento em que se estabeleceu que s� poderia ser denominada cacha�a a bebida que fosse produzida a partir do mosto fermentado da cana-de-a��car e em territ�rio brasileiro, essas informa��es ganharam imensa import�ncia. De acordo com dados de 2012 do CBRC (Centro Brasileiro de Refer�ncia da Cacha�a), 30% da cacha�a hoje adv�m de produ��o artesanal, em alambique, enquanto os outros 70% se tratam das cacha�as de coluna, industriais.

Estima-se que haja mais de 40 mil alambiques espalhados pelo Brasil, no entanto, apenas 4 mil marcas constam no registro do MAPA (Minist�rio da Agricultura, Pecu�ria e Abastecimento). O �rg�o � respons�vel por fiscalizar e garantir boas pr�ticas de produ��o, assegurando, por exemplo, que as cacha�as produzidas por esses alambiques tenham gradua��o alco�lica entre 38% vol. a 48% vol. a 20�C e que tenham no m�ximo 6g/L de a��cares.
Todas as medidas para garantir a qualidade, aos poucos, mudam a vis�o do brasileiro sobre a cacha�a. Hoje, a m�dia de consumo de cacha�a anual � de 11,5 L por habitante. Segundo Tavares, estima-se que o mercado da cacha�a movimente cerca de 7 bilh�es de reais por ano, sendo que apenas 1% de toda a sua produ��o seja exportada.

O Legado Cultural da Cacha�a

Al�m de apreciadores da bendita, os tr�s s�cios acreditam no legado cultural e hist�rico da cacha�a, bebida ainda estigmatizada por grande parte da sociedade. Uma das raz�es para isso, aponta Giuliana, � a maneira como ela era consumida na �poca da escravid�o. �Para o negro, que veio, for�ado, trabalhar no Brasil e tinha que suportar os maus-tratos, trabalho intenso, al�m da saudade da fam�lia, a cacha�a era o consolo. N�o � toa, os senhores de engenho e fazendeiros forneciam a bebida livremente, justamente para que ela funcionasse como esp�cie de �sedativo��.

Ainda assim, observa que hoje existem v�rios movimentos em prol do resgate do valor cultural da cacha�a e um trabalho de reconhecimento das propriedades da bebida. �O n�mero de pesquisadores que t�m surgido nesse meio est� crescendo, tal como os estudos publicados sobre a cacha�a. Na ESALQ, por exemplo, h� um laborat�rio onde pesquisadores se dedicam a examinar amostras de cacha�a. O Mapa da Cacha�a, refer�ncia cultural no assunto, � outro �timo exemplo, al�m da cria��o da C�mara Setorial da Cadeia Produtiva da Cacha�a, em 2006. Isso sem contar os cursos para cachaciers, forma��o de mestres cachaceiros e at� mesmo de degusta��o que come�aram a existir. Esses n�meros, claro, ainda t�m que crescer, mas j� � um come�o que nos faz ficar otimistas, pois vemos que a aceita��o, aos poucos, vai aumentado�, avaliou Giuliana.

 
 
COMPARTILHAR
 
 
 
COMENTAR
 
 
NOME
 
E-MAIL
 
CIDADE -
 
COMENTRIO
 
CÓD. DE SEGURANÇA CÓDIGO DE SEGURANÇA 1414
 
 
 
 
LTIMAS NOTCIAS
 
 
 
1
nov
2011
 
  Campanha de Jack Daniels no Facebook aumentou base em 300% durante 46 dias
 
 
 
 
1
nov
2011
 
  Design no s produto, estratgia de inovao, alertam especialistas durante Frum
 
 
 
 
1
dez
2011
 
  Leco apresenta o primeiro iogurte com ao antioxidante do mercado
 
 
 
 
2
abr
2012
 
  Confira a 19 edio do boletim Bebidas e Afins Express
 
 
 
 
2
abr
2012
 
  Notcia do Portal NewTrade: Diageo tenta comprar marca Jose Cuervo
 
 
 
 
 
 
 
 
Revista Bebidas e Afins
 
 

NMERO 5
ABRIL DE 2012

 
 
 
 
 
Bebidas e Afins Express
 
 

NMERO 20
ABRIL DE 2012

 
 
 
 
 
Matrix Ingredientes Comrcio e Representaes Ltda.
 
 
 
MG do Brasil
 
 
 
Refrigerantes Arco ris
 
 
 
 
 
 
 
Brasileiros preferem, cada vez mais, caf premium
 
 
 
Celebridades no Camarote Brahma Rio
 
 
 
Cervejaria Guitts completa 12 anos
 
 
 
Caf Aviao chega aos supermercados da capital e do interior
 
 
 
Ravache Gold destaque no portflio da Cervejaria Guitts
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O que voc procura?
 

BUSCAR

 
 
 
 
 
 
 

Acessrios
 

Acidulantes
 

Ao Inox
 

Acares
 

Adegas
 

Adesivos
 

Aditivos
 

Agitadores
 

Amidos
 

Aquecedores
 

Aromas e aromatizantes
 

Assessoria de comunicao
 

Associaes e entidades
 

cidos
 

gua de Coco
 

gua Mineral
 

gua Tnica
 

lcool
 

Balanas
 

Barris
 

Bases
 

Bebedouros
 

Bombas
 

Borrachas
 

Brindes
 

Cabos
 

Cachaas
 

Cafs
 

Caldeiras
 

Cervejarias
 

Chs
 

Chopeiras
 

Chopp
 

Codificadores
 

Componentes
 

Compressores
 

Concentrados
 

Conhaques
 

Conservantes
 

Consultoria tcnica
 

Controle de qualidade
 

Coolers
 

Copos e canecas
 

Corantes
 

Correntes industriais
 

Cristalerias
 

Cursos
 

Destiladores
 

Detergentes especiais
 

Diluidores
 

Displays
 

Distribuidores de bebidas
 

Dosadores
 

Embaladoras
 

Embalagens
 

Empacotadoras
 

Empilhadeiras
 

Emulses
 

Envasadoras
 

Enxaguadoras
 

Espumantes
 

Essncias
 

Estabilizantes
 

Esteiras
 

Esterelizao
 

Etiquetas
 

Exportadores
 

Extratos
 

Feiras e eventos
 

Fermentadores
 

Filmagem
 

Filtros
 

Fotografia
 

Franquias
 

Frascos
 

Freezers
 

Garrafas
 

Gs
 

Iluminao
 

Informtica
 

Ingredientes
 

Injetoras
 

Insumos
 

Isoladores
 

Isotnicos
 

Lacres
 

Latas
 

Laticnios
 

Lavadoras
 

Limpeza industrial
 

Lubrificantes
 

Lpulos
 

Maltes
 

Mangueiras
 

Manuteno industrial
 

Mquinas de caf
 

Mquinas de suco
 

Mquinas industriais
 

Misturadores
 

Mobilirio
 

Paletizao
 

Pasteurizadores
 

Peas
 

Plsticos
 

Protenas
 

Purificadores de gua
 

Reatores
 

Refrigerao
 

Refrigerantes
 

Rolhas
 

Rotuladoras
 

Rtulos
 

Sacos e sacolas
 

Seladoras
 

Serpentinas
 

Silos
 

Sites e portais
 

Software
 

Sopradoras
 

Sucos
 

Tampadoras
 

Tampas
 

Tanques
 

Tradues
 

Transmissores
 

Transportadoras
 

Tubos e conexes
 

Vlvulas
 

Vernizes
 

Vidros
 

Vinhos
 

Vitaminas
 

Xaropes
 
 
 
 
 
 
 

 

BEBIDAS E AFINS | SWTH COMUNICAO & WEB
Rua Itarar, 501 | Jardim Paulista
Ribeiro Preto | SP | Fone (16) 3237-9197 | Quem somos | Entre em contato