TUBANAS E AFINS

 

BLOGS

 

GUIA DE EMPRESAS

 

PUBLICAES

 

EVENTOS

 

ANUNCIE

 

QUEM SOMOS

 
 
  Bebidas e Afins   |   Cachaas e Afins   |   Cafs e Afins   |   Cervejas e Afins   |   Sabores e Afins   |   Viagens e Afins   |   Vinhos e Afins
 
 
 
  EMPRESAS DE A A Z

0-9  |  A  |  B  |  C  |  D  |  E  |  F  |  G  |  H  |  I  |  J  |  L  |  K  |  M  |  N  |  O  |  P  |  Q  |  R  |  S  |  T  |  U  |  V  |  W  |  X  |  Y  |  Z

 
 
 
 
 
 
 
 
 
21
nov
2011
 
Notcia do Portal PB Agora: Cachaa conquista classes A e B na Paraba
 
Postado por
Redao Bebidas e Afins
   

 


A Paraba est se especializando na fabricao de cachaa de alambique sofisticada, direcionadas aos pblicos A, B e jovem, com produtos que chegam a R$ 7 uma garrafa de 300 mililitros, preo superior a exemplares conhecidos de vinhos nacionais. De acordo com o diretor do Sindicato da Indstria de Bebidas do Estado da Paraba, Lus Magno Leite de Almeida Filho, das 30 marcas de cachaa artesanal fabricadas no Estado, 25 so destinadas a esse pblico. Ele destacou que a cachaa de alambique est deixando de ser uma bebida popular e se tornando uma bebida sofisticada, que j est conquistando espao ao lado dos whiskys, vinhos, licores e conhaques.

No importa como se chama Brejeira, Chiripita, Dona Branca, gua que Passarinho no Bebe, Pinga, Aguardente, Cana, Molstia dos Cachorros, Tome-juzo, Arrebenta-peito a produo de cachaa, uma bebida destilada da cana-de-acar cujo consumo est em expanso em todo o Pas e que j atingiu as classes A e B, h muito tempo, ter aumento de 15% nessa safra 2011-2012, na Paraba.

O Estado se tornou o maior produtor de cachaa de alambique no Pas, conforme o presidente da Associao Paraibana de Engenhos de Cana-de-acar (Aspeca), Vicente Lemos. Os cachaceiros neste caso, os fabricantes da cachaa comemoram os bons resultados e, neste ano, os produtores paraibanos vo produzir algo em torno de 15 milhes de litros do destilado, conforme previso do presidente da Aspeca, contra 2.800 milhes de litros do ano passado. De acordo com Lus Magno, 50% dos clientes que compram a cachaa de alambique so proprietrios de restaurantes e bares que possuem pblico classe A e B e que freqentado, em sua maioria, por jovens. Uma das formas que atraem o consumo desse pblico a oferta de opes diversificadas de cachaa, como a mistura com frutas, por exemplo. A cachaa oferecida como um produto rstico e alternativo, muitas vezes adquirido com status de bebida de luxo pelo carter extico com que comercializado, observou.

Assim como ele, Vicente Lemos destacou que, desde o ano de 2001, o mercado formado por pessoas das classes A e B, mais o pblico jovem, vm consumindo a cachaa. Mas bom que o consumo seja moderado, advertiu Vicente Lemos.

Lus Magno explicou que a produo da cachaa artesanal mais sofisticada feito atravs de alambiques de cobre e o processo de fermentao e destilao demora mais que o dobro de tempo das cachaas de alambique convencionais. Para ficar pronta, a cachaa passa mais de 15 horas sendo elaborada. J as cachaas mais comuns passam por esse processo em um intervalo de sete horas em colunas de destilao de ao inox.

Produo histrica

Um dos fortes produtos da economia do Pas, a cachaa de alambique est entrelaada profundamente com a histria do Brasil Colnia e Imprio at os dias atuais. Ela foi considerada um destilado de baixa qualidade pela elite no final do sculo 19 e no incio do 20. Mas, na verdade, esse rtulo era mais uma consequncia do preconceito atribudo bebida pela valorizao das bebidas estrangeiras que chegavam ao pas vindos da Europa.

Vicente Lemos lembrou que a cachaa fez histria atravs do padre Joo Ribeiro durante o perodo da Revoluo de 1817, em Pernambuco, quando o religioso trocou o vinho portugus pela gua que passarinho no bebe nos rituais das missas. E, ainda, durante a Semana da Arte de 1922, movimento que condenou a cultura europe Phia e pregou o respeito s razes brasileiras. E, da, a cachaa voltou a ser respeitada como bebida fina nativa.

Cachaa naqueles tempos era bebida de negros. Avalio, firmemente, que foram os escravos que descobriram a cachaa brasileira. Tempos depois saiu da senzala e foi para a mesa dos senhores de engenho. Com isso, gerou um mal estar nos portugueses que, por aquela poca, ofereciam a bagaceira, um vinho ordinrio feito de uvas. No se degusta cachaa, se medita ao ingerir essa bebida goela abaixo. um ato de pura meditao e prazer, conta Carlos Alberto Vieira Cavalcanti, jornalista e dono da Cachaaria Philipia, situada no Centro de Joo Pessoa.

A cachaaria Philipia, que fica no Centro de Joo Pessoa, ao lado da Praa Rio Branco, um dos locais mais visitados pelos turistas, principalmente jovens. Especialmente aos sbados, quando se apresentam grupos de chorinho na praa, a cachaaria sempre bem procurada pelos que procuram degustar a cachaa de alambique e a variedade de misturas.

Levedura com mais lcool

Sem uma boa levedura nativa os produtores de cachaa no tm como obter uma tima produtividade de lcool durante o processo de fermentao, declarou a qumica industrial e consultora em fermentao alcolica, Tereza Cristina. Segundo ela, levedura nativa aquela escolhida do prprio caldo-de-acar que est nas dornas do engenho. Se chama tambm de fermento caipira aqui na regio Nordeste. Em minhas pesquisas eu escolho a melhor levedura que produz mais lcool com a mesma quantidade de cana-de-acar. Isso, obviamente, vai dar um rendimento melhor da bebida, explica a pesquisadora.

O incio de produo dessa levedura, durante o comeo da safra, acontece no engenho onde colhida a amostra. Isso ocorre at terminar a safra e ficamos selecionando esse fermento em laboratrio. No decorrer desse processo executamos a prtica de microbiologia na qual a gente escolhe a levedura predominante, que aquela que est em maior quantidade no processo a cada ms, explicou Tereza Cristina.

A pesquisadora esclareceu que ainda so feitos vrios testes no decorrer da fermentao e de multiplicao. Verificamos se essa levedura se multiplica rpido, principalmente se ela faz mais lcool, mais cachaa com a mesma quantidade de acar. Ao final do processo, escolhemos a levedura campe, top de linha, afirmou Tereza Cristina.

A levedura um microorganismo que s visvel atravs das lentes do microscpio. Elas tm pulmo (as mitrocondias), aparelho celular e tambm brotam. Cada levedura brota 24 vezes. E ela quem faz o lcool atravs do aparelho celular.

A sacarose, que o acar existente na cana-de-acar, est em volta dessa levedura. Ela tem uma enzima que vai cortando a sacarose e joga para dentro dela a glicose, que metade da composio da sacarose. No interior da levedura, no citoplasma, onde ocorre a produo de etanol, que ela despeja para fora como se fosse seu xixi, a parte que a gente aproveita para fazer a cachaa e esse processo muito rpido, completa a Tereza CristinA

Conforme ela, em cada dorna h 7,5% de lcool, que o xixi expelido pela levedura. Para a consultora, a levedura nativa o sucesso do momento. Ns escolhemos uma para cada engenho. No podemos escolher para a regio, porque tem a ver com o layout do processo, com o modelo da dorna, com a forma nutriente do mosto e com muitos detalhes e fatores que influenciam nesta seleo. No podemos pegar a levedura de um engenho e colocar em outro. A principal caracterstica dessa levedura que ela permanece o tempo todo no processo, disse Tereza Cristina.

PB maior produtor artesanal do NE

A produo paraibana de cachaa representa, atualmente, apenas 2% da produo nacional. Mas outra boa notcia para os admiradores, degustadores e amantes do destilado, que a Paraba, segundo estima o dirigente da Aspeca, o maior produtor de cachaa brejeira da regio Nordeste. Ou melhor, de cachaa de alambique. Que tambm pode ser chamada de cachaa artesanal. Quem lidera a produo de cachaa artesanal no Pas, atualmente, o Estado de Minas Gerais, que ainda fica com o ttulo de maior exportador da bebida proveniente de alambique.

Porm, Vicente Lemos observou que Minas Gerais lidera apenas em nmero de alambiques. So Paulo quem produz em maior volume a bebida em larga escala em processo industrial.

Mas isso no quer dizer que a Paraba tambm no produza uma boa cachaa com rtulo e com registro. O Estado produz destilados que j ganharam concursos nacionais, a exemplo de Volpia, Serra Limpa e Serra Preta. O Estado produz mais de 19 rtulos com registros em condies de disputar, em termos de qualidade e beleza, com qualquer outra cachaa produzida em outros territrios do Brasil e do mundo, garantiu o dono da Cachaaria Philipia, Carlos Alberto.

Segundo ele, nos ltimos anos produtores paraibanos j produzem cachaa de acordo com as exigncias de boas prticas de manejo de produo. por isso que a Paraba tem ganhado vrios prmios em nvel nacional, disputando com destilados de vrios estados brasileiros. A Paraba, hoje, oferece de 50 a 60 marcas com registro de cachaa. O Pas oferta algo em torno de 2.500 marcas, informa Mcio Fernandes, diretor Industrial do Engenho So Paulo.

O setor paraibano de produo de cachaa foi submetido a um processo de melhoria de qualidade, por modernos manejos produtivos que possibilitaram a oferta de uma bebida em condies de disputar com qualquer outro destilado. Os produtores paraibanos melhoraram os seus processos produtivos, visando, principalmente, obter uma bebida sem acidez e equilibrada, acrescentou o empresrio.

O municpio de Areia o municpio que conta com o maior nmero de engenhos produzindo cachaa. E o estado do Esprito Santo lidera a produo em termos de volume, atravs do Engenho So Paulo. Mas a produo da bebida na Paraba j se estende do Litoral ao Serto. No Estado, estima-se que haja aproximadamente 90 engenhos produzindo o destilado oriundo da cana-de-acar, mas em muitos deles ainda fabricam a bebida sem registro e rtulo.

A bebida, na maioria das vezes, comea a ser degustada como uma iguaria nobre. Nos ltimos anos surgiu na Paraba vrias marcas do destilado da cana-de-acar que no fica devendo nada a ningum em termos de qualidade, garante o presidente da Associao dos Produtores de Cachaa da Paraba, Mcio Fernandes.

Clique aqui para conferir o link original

 
 
COMPARTILHAR
 
 
 
COMENTAR
 
 
NOME
 
E-MAIL
 
CIDADE -
 
COMENTRIO
 
CÓD. DE SEGURANÇA CÓDIGO DE SEGURANÇA 1414
 
 
 
 
LTIMAS NOTCIAS
 
 
 
1
nov
2011
 
  Notcia do Portal Exame: Fabricante da cachaa 51 lana bebida para pblico jovem
 
 
 
 
2
set
2014
 
  Sagatiba completa dez anos no ms da cachaa
 
 
 
 
6
jun
2014
 
  Cachaa artesanal ser destaque em mundial de bebidas
 
 
 
 
6
dez
2011
 
  Notcia do site Estado de Minas: Cachaa mineira acusada de plgio por fabricante de usque
 
 
 
 
6
dez
2013
 
  Cachaa 51 chega ao cinema
 
 
 
 
 
 
 
 
Revista Bebidas e Afins
 
 

NMERO 5
ABRIL DE 2012

 
 
 
 
 
Bebidas e Afins Express
 
 

NMERO 20
ABRIL DE 2012

 
 
 
 
 
Refrigerantes Arco ris
 
 
 
MG do Brasil
 
 
 
Matrix Ingredientes Comrcio e Representaes Ltda.
 
 
 
 
 
 
 
Brasileiros preferem, cada vez mais, caf premium
 
 
 
Cervejas para comemorar o Halloween
 
 
 
Piracanjuba marca presena na 4 corrida de Preveno do Cncer de Mama, em Goinia
 
 
 
Harmonizao de Chs trouxe uma combinao de aromas e sabores aos amantes da boa gastronomia
 
 
 
Evento traz os principais nomes do setor energtico
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
O que voc procura?
 

BUSCAR

 
 
 
 
 
 
 

Acessrios
 

Acidulantes
 

Ao Inox
 

Acares
 

Adegas
 

Adesivos
 

Aditivos
 

Agitadores
 

Amidos
 

Aquecedores
 

Aromas e aromatizantes
 

Assessoria de comunicao
 

Associaes e entidades
 

cidos
 

gua de Coco
 

gua Mineral
 

gua Tnica
 

lcool
 

Balanas
 

Barris
 

Bases
 

Bebedouros
 

Bombas
 

Borrachas
 

Brindes
 

Cabos
 

Cachaas
 

Cafs
 

Caldeiras
 

Cervejarias
 

Chs
 

Chopeiras
 

Chopp
 

Codificadores
 

Componentes
 

Compressores
 

Concentrados
 

Conhaques
 

Conservantes
 

Consultoria tcnica
 

Controle de qualidade
 

Coolers
 

Copos e canecas
 

Corantes
 

Correntes industriais
 

Cristalerias
 

Cursos
 

Destiladores
 

Detergentes especiais
 

Diluidores
 

Displays
 

Distribuidores de bebidas
 

Dosadores
 

Embaladoras
 

Embalagens
 

Empacotadoras
 

Empilhadeiras
 

Emulses
 

Envasadoras
 

Enxaguadoras
 

Espumantes
 

Essncias
 

Estabilizantes
 

Esteiras
 

Esterelizao
 

Etiquetas
 

Exportadores
 

Extratos
 

Feiras e eventos
 

Fermentadores
 

Filmagem
 

Filtros
 

Fotografia
 

Franquias
 

Frascos
 

Freezers
 

Garrafas
 

Gs
 

Iluminao
 

Informtica
 

Ingredientes
 

Injetoras
 

Insumos
 

Isoladores
 

Isotnicos
 

Lacres
 

Latas
 

Laticnios
 

Lavadoras
 

Limpeza industrial
 

Lubrificantes
 

Lpulos
 

Maltes
 

Mangueiras
 

Manuteno industrial
 

Mquinas de caf
 

Mquinas de suco
 

Mquinas industriais
 

Misturadores
 

Mobilirio
 

Paletizao
 

Pasteurizadores
 

Peas
 

Plsticos
 

Protenas
 

Purificadores de gua
 

Reatores
 

Refrigerao
 

Refrigerantes
 

Rolhas
 

Rotuladoras
 

Rtulos
 

Sacos e sacolas
 

Seladoras
 

Serpentinas
 

Silos
 

Sites e portais
 

Software
 

Sopradoras
 

Sucos
 

Tampadoras
 

Tampas
 

Tanques
 

Tradues
 

Transmissores
 

Transportadoras
 

Tubos e conexes
 

Vlvulas
 

Vernizes
 

Vidros
 

Vinhos
 

Vitaminas
 

Xaropes
 
 
 
 
 
 
 

 

BEBIDAS E AFINS | SWTH COMUNICAO & WEB
Rua Itarar, 501 | Jardim Paulista
Ribeiro Preto | SP | Fone (16) 3237-9197 | Quem somos | Entre em contato